Eaten By The Tyrant I Raised (Novel)

Eaten By The Tyrant I Raised (Novel)
Lendo
Terminei
Vou Ler
Abandonei

Eaten By The Tyrant I Raised (Novel)

8.3

Ronée uma vez salvou por acaso um jovem garoto. Apesar de seu raro cabelo dourado, ela tinha pensado que aquilo não era mais do que uma coincidência. - Ronée, eu te amo. Quero ficar contigo para sempre. - Obrigada por me amar. Mas o garoto tinha doze anos na época, e ela dezessete. - Mas não podemos ficar juntos. A diferença de idade já era difícil, mas o pai dela gostaria de dar sua mão para um candidato adequado para se casar. Ele era certamente o oposto disso. Então, ela o rejeitou. Ela pensou que eles nunca se veriam novamente de qualquer forma. Porém... - Não há outra mulher em meus olhos além de você. Dez anos depois, ele apareceu novamente diante de Ronée, tendo se tornado um Rei. - Obrigada por me amar. Mas... Você, um Rei, e eu não podem ficar juntos. Ronée tomou sua decisão e lhe deu uma resposta realista. Ele sussurrou novamente, seus olhos brilhando perigosamente. - Nós ainda não podemos ficar juntos? * Uma criança débil e muito jovem havia se tornado o governante do continente; suas mãos macias e frágeis haviam se tornado as mãos fortes e ásperas de um homem. O Rei, Nabel, lentamente se moveu acima de Ronée e se enrolou em volta dela como uma vinha. - Onde você aprendeu algo assim? O Nabem infantil não existia mais. Ele era perigoso; não, ainda mais que isso. Nabel sorriu sonolento. - Se for por você... Eu posso até mesmo aprender esse tipo de coisa. Com tais palavras vindas dos lábios do homem com o sangue mais nobre no continente, os olhos de Ronée se arregalaram.

Últimos comentários

0 comentário(s)
×